Publicado em Deixe um comentário

Ouro e Prata no Anel Atlante Original Lei da Polaridade

O ouro e prata no Anel Atlante Original, o princípio da “lei da Polaridade.” Essa lei faz parte das “sete leis,” que regulamenta a existência, construção e o movimento do Universo conhecido. Esse conjunto de leis está presente nas escrituras “O Caibalion.” que carrega o significado da palavra hebraica – tradição e preceito manifestado por um ente acima e compartilha a mesma raiz da palavra: cabala. Essas leis foram escritas por Thot, Deus egípcio, também conhecido com o “o Atlante”.

Ela está presente como guia de orientações, para que a humanidade possa ter acesso e seguir ao caminho que mais possa lhe permitir se mover por caminhos e ações mais próximos da constante evolução a que todos somos oferecidos. Ela está presente em nossa civilização, desde os primeiros registros ainda na civilização egípcia. Dentre as “sete leis”, vamos enfatizar, “A lei da polaridade.” ela é a quarta (4.ª) lei, dentre às sete leis universais, trazidas a luz do conhecimento humano pelo Deus Thot, passado para: Hermes trimegisto na Grécia antiga e seguida pelo Deus Mercúrio na antiga Roma.

Esse movimento ficou conhecido pelos teósofos no início da nossa civilização a cerca de 1 milhão de anos, na Índia e no antigo Egito. Tendo a sua origem na Atlântida,

Esse conhecimento é vastamente aplicado e seguido pelos povos orientais como: Yin e Yang, representada através do símbolo mundialmente conhecido. Esse simbolo traz, na sua essência, toda a magia do movimento existente e oferece a força motriz necessária para vida ser permeada em cada espaço da existência.

Como fomos educados e continuamos a repassar a educação para as nossas gerações atuais e futuras, 

A nossa forma de educar e vivenciar os aspectos da vida, é por vezes materialista demais e pouco espiritual. Nós não temos educação suficiente para os sentimentos. Nos é negado o ensino para procurar a felicidade na vida, através do desenvolvimento dos sentimentos, não é ensinado a valorizar o amor nem a ter uma perspectiva da vida do tipo espiritual. Por um lado, desenvolvemos em demasiado os aspectos mentais racionais, a inteligência e lhes é ensinado os conhecimentos que vão permitir que tenhamos uma profissão na vida. Isso é a parte da formação acadêmica nas escolas. Fora da escola, o que se vive nas famílias, o que se transmite através dos meios de comunicação e nas relações sociais, é que a felicidade se consegue pela satisfação da vaidade. Quer dizer, eles são ensinados a valorizar as qualidades externas, levando a que alguns se destaquem sobre os outros, como os atrativos físicos, a inteligência, o sucesso, a fama, o poder e o dinheiro.

Onde está localizado o ponto de equilíbrio? Como podemos desenvolver todos esses aspectos da vida e ainda assim sermos cultivadores da felicidade e da harmonia?

Quem conhece a lei da polaridade, conhece os mistérios da vida e do próprio Universo, como tudo se organiza, como podemos sair de um estado de inércia para um estado de produção. Como perceber um estado emocional de ansiedade e saber conduzir este estado para o outro extremo de paz? Como fazer do seu trabalho, um estado de servir “Serviço,” e ainda se tornando um profissional da área com habilidades superiores.

Esse e o princípio dá “Lei da Polaridade,” onde a junção do ponto de equilíbrio se torna cada vez mais presente nas ações diárias. Este é a principal papel do ouro e da prata na forma do Anel Atlante Original. Com a própria lei da polaridade inserida na forma do Anel, é natural a promoção da “cura, proteção e o desenvolvimento da intuição nos seus aspectos mais amplo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

ERROR: si-captcha.php plugin: securimage.php not found.